Plantação de árvores na Zona de Enquadramento

No cumprimento do disposto no Alvará de Loteamento do empreendimento, a APVNSE tem que assegurar a manutenção, conservação, vigilância e limpeza das Zonas de Enquadramento de VNSE. Nesse âmbito, procurando assegurar uma correta gestão florestal das áreas abrangidas, e à semelhança do que já efetuou em anos transatos, a APVNSE procedeu em 2016 à plantação de cerca de 250 árvores.

A plantação incidiu maioritariamente na Zona de Enquadramento da 1ª fase e na parte NE da Zona de Enquadramento da 2ª fase, áreas que apresentavam um coberto arbóreo mais limitado. Para a plantação foram selecionadas espécies autóctones (essencialmente pinheiros mansos e sobreiros, bem como algumas oliveiras).

Além da plantação das referidas árvores, foi ainda efetuada a limpeza e escoramento das árvores jovens já existentes, nomeadamente nas encostas da Zona de Enquadramento da 2ª e 3ª fase, na parte NW do empreendimento.

Requalificação do Cicuito de Manutenção

Procurando ir ao encontro do anseio de muitos dos proprietários e residentes de VNSE, e cumprindo com as obrigações legais incumbidas à APVNSE, foi efetuada a requalificação do Circuito de Manutenção do empreendimento, situado na 3ª fase. O referido circuito encontrava-se bastante degradado, quer ao nível dos equipamentos e placas informativas, quer ao nível dos caminhos pedonais. A recuperação obrigou à substituição completa de alguns exercícios (obstáculos) e à recuperação de outros, bem como à manufatura de novas placas indicativas para as 17 estações. Além desse trabalho, foi também efetuado o nivelamento do piso junto à maioria dos exercícios e dos caminhos pedonais que interligam o circuito. O Circuito de Manutenção tem o seu início e final na zona da barragem do empreendimento (mapa ao lado) e permite ao longo do seu trajeto usufruir da paisagem excecional de VNSE. Para os proprietários que pretendem efetuar o seu treino de manutenção, ou para aqueles que apenas desejam passear ao ar livre, recomenda-se vivamente uma visita ao circuito e às restantes áreas da Zona de Enquadramento de VNSE.manutenção

Plantação do jardim de sequeiro da portaria

O jardim de sequeiro previsto na planta do empreendimento para existir entre o lote 31 e a Av. da Aroeira (contiguo à portaria), nunca tinha sido implantado ao fim de tantos anos, do que resultou que o espaço estava abandonado e assaltado pelas ervas. seq2

Procurando melhorar o aspeto geral da entrada do empreendimento, a qual é o cartão-de-visita de VNSE, a APVNSE tem vindo a efetuar diversos melhoramentos nesta área, dos quais é exemplo a colocação de um placard com o masterplan do empreendimento (colocado em 2015).

Em 2016 a intervenção efetuada passou pela limpeza do mato existente no espaço, o enchimento do jardim com terra apropriada e posterior plantação de arbustos (loureiros, loendros e alecrins), bem como de algumas árvores (gravileas), plantas que têm demonstrado ser perfeitamente adaptadas às grandes amplitudes térmicas de VNSE.

O jardim continuará a ser intervencionado por forma a garantir o crescimento e manutenção das plantas, à semelhança do que é efetuado nos restantes jardins da portaria (todos eles construídos, conservados e mantidos pela APVNSE).

Protocolo com a creche “Miúdos e Companhia”

A APVNSE renovou o protocolo existente com a Miúdos e Companhia, Creche, Jardim de Infância, ATL e 1º Ciclo, com sede na Urb. Belo Jardim lote B5D, em Samora Correia, com condições de inscrição mais favoráveis para os proprietários de Vila Nova de Santo Estêvão.

Ao abrigo do protocolo os associados têm direito à isenção do valor da inscrição e adicionalmente a um desconto de 10% no valor das mensalidades.

Este protocolo insere-se num esforço de melhoria das condições de vida dos proprietários, estando previsto para breve a concretização de mais parcerias.

Para beneficiarem das condições do protocolo, os proprietários devem ter as suas quotas em dia com a APVNSE.

Acordo de cooperação entre a APVNSE e a CM Benavente

municipio benaventeNo passado dia 26 de Abril de 2016, foi celebrado um acordo de cooperação entre a APVNSE e a CMB.

Este acordo decorre do determinado no Alvará de Loteamento do empreendimento, o qual determina que a limpeza, conservação, manutenção e vigilância de toda a área correspondente à zona de enquadramento é da responsabilidade dos proprietários, nos termos e para os efeitos do previsto na alínea d) do ponto 2 do art. 46.º do Decreto-Lei n.º 555/99, de 16 de dezembro, com as alterações introduzidas pela Lei n.º 60/2007, de 4 de setembro e republicado pelo Decreto-Lei n.º 26/2010, de 30 de março.

Acordo de cooperação em formato pdf.

Recuperação da Zona de Enquadramento

A APVNSE está a proceder, de forma gradual, à recuperação da zona de enquadramento de Vila Nova de Santo Estevão, de forma a devolver este espaço à utilização coletiva de todos.

Com efeito, o alvará de loteamento de Vila Nova de Santo Estevão impõe aos proprietários a obrigação legal de efetuarem a limpeza, manutenção, conservação e vigilância do espaço, situação que tem assumido maior dificuldade face ao estado em que esta área foi entregue pela promotora (Companhia Imobiliária da Herdade da Aroeira – CIHA).

Efetivamente, o estado de desleixo em que foi entregue esta área, com vedações degradadas, caminhos por terminar, áreas de silvado fora de controlo e equipamentos públicos apodrecidos, tem exigido um esforço acrescido para recuperar a área e devolve-la ao pleno uso de todos.

È de realçar que a Zona de Enquadramento, além da sua função lúdica, assume um papel fundamental na proteção contra incêndios de VNSE, nomeadamente com o designado “caminho da ronda”, o qual se destina à circulação das viaturas de emergência (bombeiros).

Assim, depois de nos anos transatos a APVNSE ter procedido, além da limpeza anual da área, à recuperação da vedação, à reabilitação da área entre a Rua de Braga e o parque de merendas e ao controlo das espécies infestantes (silvado), durante o presente ano pretendesse estender este esforço a outras áreas.

Para o efeito, a APVNSE vai recuperar o circuito de manutenção (com substituição dos equipamentos degradados), vai reabilitar a área entre a Rotunda de Braga e o lote 6 (com reparação do caminho da ronda e colocação de mobiliário urbano de apoio) e construção da parte final do caminho da ronda da 1ª fase (junto ao lote 31), a qual foi negligenciada pela CIHA. Nesta área vão igualmente ser instalados alguns equipamentos de apoio à prática desportiva.

Com estas ações, a APVNSE continua a cumprir com as obrigações legais que foram impostas aos proprietários, e com o contributo de todos esperamos poder contribuir para a utilização destes espaços para o bem comum, para além de garantir a sua função essencial de área de proteção contra incêndios.